sexta-feira, agosto 31, 2007

Atletas que representaram Portugal no Campeonato da Europa de Pesca à Pluma

Campeão da Europa - Jorge Pisco

Equipa Portuguesa

A boa disposição era visível na cara dos atletas, só faltou mesmo o Vitalino ter levado um garrafão não fossem ter sede durante a prova.

Os homens a preparar as moscas (penso eu)!
Um pescador português a tentar enganar as trutas Norueguesas.
Algumas paisagens que os nossos atletas por lá encontraram.




As fotos foram gentilmente enviadas pelo Vitalino

Apicultores da Serra da Lousã apostam na certificação

Depois de alguns anos de declínio quer no número de colmeias quer em termos de produção de mel, a natureza parece ter atendido às “prezes” dos apicultores. Este ano a produção de mel deverá bater recordes e ser uma das melhores de sempre. Com mel em quantidade e de qualidade, os apicultores que integram a Denominação de Origem Protegida (DOP) da Serra da Lousã estão a solicitar, em força, a certificação de colmeias junto da Lousãmel – Cooperativa Agrícola de Apicultores da Lousã e concelhos limítrofes.
Segundo o presidente da Lousãmel, António Carvalho, já deram entrada este ano 108 pedidos de certificação, que envolvem um total de 4.500 colmeias. Este ano estima-se que a produção de mel na área da DOP da Serra da Lousã ronde as 200 toneladas, sendo que apenas cerca de 45 correspondam a produto certificado. Trata-se de um número deveras excepcional tanto mais que em 2006 a Lousãmel escoou pelo mercado nacional e estrangeiro, nomeadamente Noruega, Angola e Alemanha, 15 toneladas de mel.
Já refeitas do tempo seco que nos últimos anos ditou a redução de enxames, as colmeias da região estão novamente a ser repovoadas, aumentando proporcionalmente a produção de mel. O maior apicultor da região Centro, Fernando Ventura, da Lousã, proprietário da empresa Apimel, salientou à agência Lusa que a chuva foi o factor crucial para a recuperação das colmeias e, consequentemente, da produção. Segundo Fernando Ventura, o ano é excelente para a produção de mel. “Melhor é difícil”, frisou o apicultor, que possui cerca de 500 colmeias, espalhadas pela Serra da Lousã, mas também em Soure, Figueira da Foz e zona do Ribatejo, que deverão produzir cerca de dez toneladas. O mel da Serra da Lousã distingui-se por apresentar uma cor âmbar, ou âmbar escuro, e alta viscosidade, características que se devem essencialmente à existência da urze, espécie autóctone que continua a predominar na Serra da Lousã apesar da “invasão” de árvores estrangeiras, com destaque para a mimosa e eucalipto, e tem como principais mercados as regiões Centro e Norte, assim como alguns países estrangeiros. Criada em 1994, a área geográfica da DOP da Serra da Lousã está circunscrita aos concelhos de Lousã, Miranda do Corvo, Vila Nova de Poiares, Penela, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Góis, Pampilhosa da Serra e Arganil.

quinta-feira, agosto 30, 2007

Ver o mundo com outros olhos

Ver o mundo com outros olhos, foi em Vila Nova de Poiares que as portas se lhe abriram.
Quer ser jornalista de rádio para dar voz à “alma” das pessoas. Ana Morais tem 24 anos, é invisual, e a primeira aventura no mundo do jornalismo foi na Rádio Santo André, onde realizou o estágio curricular.
Ana, 24 anos, é invisual desde nascença mas a deficiência não lhe roubou o bom humor. Pelo contrário. “Não consigo ver as coisas com os olhos da cara, mas consigo vê–las com outros olhos, utilizo outros sentidos para ver”. “Se calhar, e um bocadinho por experiência e por ter tido contacto com pessoas com outras deficiências - algumas muito graves -, fui percebendo que o que tem realmente importância são as pessoas, não são as coisas”.
Licenciada em Jornalismo pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, foram precisamente as pessoas que a cativaram na Rádio Santo André, em Vila Nova de Poiares, onde realizou o estágio curricular. Foi há oito meses que se aventurou no mundo difícil, mas aliciante, do jornalismo.
“Sempre ouvi rádio e aquela chamou–me à atenção”. Não pensou duas vezes e ligou para a estação. “Perguntei como funcionava a rádio e o que devia fazer para realizar um estágio de três meses”. Na altura fez questão de frisar que era invisual, mas a resposta do outro lado da linha não tardou. “Disseram–me que se o meu pedido fosse recusado não seria pelo facto de eu ser cega, seria por não ser mesmo possível. Fiquei surpreendida pela positiva”, relata. O estágio não podia ter corrido melhor, muito graças às pessoas com quem trabalhou. Todos os dias, usava o computador portátil pessoal, dotado de um programa que verbaliza a informação, para criar as notícias. As notas, sempre que tinha que recolher declarações, eram escritas num caderno, com recurso a uma pauta e um punção (instrumentos de escrita em braile). “A rádio não tinha ferramentas para invisuais, mas tinha muito material humano”, recorda. “Como costumo dizer que a disponibilidade mental das pessoas é mais do que meio caminho andado”, acrescenta. Foi essa mesma “disponibilidade” que encontrou na faculdade, onde foi uma aluna exemplar. Sobretudo porque venceu a deficiência e fez um percurso notável no curso superior que frequentou e que terminou sem nunca reprovar. Acabou o curso aos 23 anos.
“Não é fácil todos os dias”
“Ajudar os outros”. Foi isso que levou Ana a ponderar candidatar–se ao curso de Direito. Porém, “ser jornalista” foi o futuro que escolheu. “É uma profissão que me permite veicular aquilo que os outros sentem. Fascina–me o jornalismo mais cívico, aquele que permite dar voz aos outros”, lembrou. Ana Morais acredita ainda que é possível recuperar a dimensão humana do jornalismo. Agora, que terminou a licenciatura e realizou o estágio de três meses na Rádio Santo André, Ana quer aventurar–se no mercado de trabalho. Sabe que não vai ser fácil.
“A esperança é a última que morre. Apesar de gostar muito do jornalismo (sobretudo de rádio), acho que temos que estar disponíveis para fazer outras coisas”, sustenta. Acredita que o facto de ser cega não a vai prejudicar. Aliás, nunca deixou se fazer o queria por ter nascido sem ver. “Quando sinto que posso não ser capaz, não tenho medo. Fico triste, mas penso que hei–de ser capaz. Não é fácil todos os dias. Isto não é todos os dias um mar de rosas. Não é para ninguém...”.
O sorriso de menina que não lhe sai do rosto, quase que contrasta com a força que transmite em cada gesto. A coragem faz com que nunca desista e, por isso, já se inscreveu num mestrado em Ciência Política na Universidade de Aveiro. “Temos que nos ir munindo de ferramentas que nos permitam trabalhar. Parar é morrer”.

São estas atitudes que mostram quem verdadeiramente somos, por isso obrigado a todos aqueles que acolheram a Ana, não com uma atitude de pena, mas dando-lhe a oportunidade de estar em "pé de igualdade" com os outros; já agora mando um grande abraço para o responsável da rádio da rádio Santo André, o mouramortino César Granjeio (genro do Zé Luis).

segunda-feira, agosto 27, 2007

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultados Finais

PARABÉNS CAMPEÃO

É Português o Campeão da Europa de Pesca à Pluma!


O nome do Atleta é

Jorge Pisco

Portugal obteve o 14º Lugar no Campeonato da Europa 2007 de Pesca à Pluma que se realizou na Noruega.

Jorge Pisco - O Português Campeão da Europa
Muitos parabéns a todos os atletas e staff que estiveram ao serviço do nosso País neste Campeonato da Europa.
Queria enviar em meu nome e em nome da Moura Morta um grande abraço ao Campeão da Europa por esta sua vitória.

Um obrigado ao Sérgio Silva (Vitalino) por nos dar a mensagem em primeira mão!
olä de novo!
Terminou o campeonato. Portugal ficou em 14. lugar, mas o que importa agora e dizer é que o melhor pescador foi português! JORGE PISCO FOI CAMPEÄO DA EUROPA!!!
Abraco
Vitalino

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultados

Resultados da Secção 5
Portugal obteve o 17º Lugar na Secção 5

Sector I- Por Portugal: Sérgio Silva (Vitalino) - 17º Lugar
O representante da Moura Morta

Sector II - Por Portugal: Américo Reis - 16º Lugar

Sector III - Por Portugal: Jorge Pisco - 7º Lugar

Sector IV - Por Portugal: Nuno Duarte - 8º Lugar

Sector V - Por Portugal: Rui Moreira - 17º Lugar

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultados

Resultados da Secção 4
Portugal obteve o 14º Lugar na Secção 4

Sector I - Por Portugal: Américo Reis - 13º Lugar

Sector II - Por Portugal: Jorge Pisco - 1º Lugar

Sector III - Por Portugal: Nuno Duarte - 5º Lugar

Sector IV - Por Portugal: Rui Moreira - 16º Lugar

Sector V- Por Portugal: Sérgio Silva (Vitalino) - 13º Lugar
O representante da Moura Morta

Isto não foi na Moura Morta

O que as pessoas fazem para dar nas vistas!!!

domingo, agosto 26, 2007

Resultados após a Secção 3

Após a Secção 3 Portugal ocupa o 12º Lugar.

A nível Individual Portugal está muito bem classificado, tendo um atleta em 4º lugar.

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultados

Resultados da Secção 3
Portugal obteve o 13º Lugar na Secção 3

Sector I - Por Portugal: Jorge Pisco - 8º Lugar

Sector II - Por Portugal: Nuno Duarte - 10º Lugar

Sector III - Por Portugal: Rui Moreira - 12º Lugar

Sector VI- Por Portugal: Sérgio Silva (Vitalino) - 16º Lugar
O representante da Moura Morta

Sector V - Por Portugal: Américo Reis - 14º Lugar

sábado, agosto 25, 2007

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultado

Resultados da Secção 2
Portugal obteve o 8º Lugar na Secção 2

Resultados da Primeira Secção por Sectores:
Sector I - Por Portugal: Nuno Duarte - 12º Lugar

Sector II - Por Portugal: Rui Moreira - 13º Lugar
Sector III- Por Portugal: Sérgio Silva (Vitalino) - 4º Lugar
O representante da Moura Morta

Sector IV - Por Portugal: Américo Reis - 10º Lugar

Sector V - Por Portugal: Jorge Pisco - 2º Lugar

O telemóvel do António



Avisa-se que contêm linguagem eventualmente chocante.

sexta-feira, agosto 24, 2007

Campeonato Europeu de Pesca à Pluma - Resultado

Resultado após a Primeira Secção
Portugal está classificado em 11º LugarResultados da Primeira Secção por Sectores:
Sector I - Por Portugal: Rui Moreira - 8º Lugar

Sector II - Por Portugal: Sérgio Silva (Vitalino) - 10º Lugar
O representante da Moura Morta

Sector III - Por Portugal: Américo Reis - 16º Lugar

Sector IV - Por Portugal: Jorge Pisco - 2º Lugar

Sector V - Por Portugal: Nuno Duarte - 11º Lugar

FORÇA PORTUGAL.

Moura Morta representada no Campeonato da Europa de Pesca à Pluma

Vitalino equipado a rigor

Sérgio Paulo ou Sérgio Silva, mais conhecido entre os seus amigos por Vitalino, já partiu para a Noruega com um grupo de Pescadores para representarem a Selecção Nacional de Pesca à Pluma no Campeonato da Europa da Pesca à Pluma.
O Vitalino começou a ser presença habitual da Moura Morta desde que descobriu a sua paixão pela pesca à pluma sem morte e também pelo facto do seu pai aqui viver.

Vitalino sentado no Muro aquando do evento da APPP

O Campeonato decorre de 21 a 28 de Agosto de 2007



Os 5 pescadores que irão representar Portugal são:
Nuno Duarte - CP Penacova - Capitão
Sérgio Silva - Mosqueiros do Alva - Moura Morta
Jorge Pisco - CP Penacova
Rui Moreira - CCP Avanca
Américo Reis - CCP Monção

O Sérgio Silva (Vitalino) devido ao seu prestigio, à sua dedicação e também ao facto de elevar mais alto o nome da Moura Morta irá ser-lhe atribuído pelo Blog o título de Mouramortino e nesse mesmo sentido, o blog está preparado para efectuar o doutoramento com o grau de "Horribilis Causa" ao Vitalino, reaviando assim uma tradição do tempo da Moura Albiloura.
O campeonato vai decorrer na Noruega em Sunnfjord in Sogn og Fjordane.
Dos cinco sectores, dois são disputados em rio, um num lago com pesca de margem e os restantes dois também em lago pescados de barco!!! . . .

Encontro Europeu de Mulheres

quinta-feira, agosto 23, 2007

Tambem em Poiares - Produção de plantas de citrinos passa a ser certificada

Produção de plantas de citrinos passa a ser certificada Associação de Viveiristas do Distrito de Coimbra (AVDC) desenvolve projecto pioneiro com vista à certificação da produção de plantas de citrinos. O processo divide-se em várias fases e permitirá, para além de garantir a variedade e a qualidade sanitária das plantas, fazer cumprir uma lei de 1994. Apesar de a legislação o exigir desde 1994, só agora os produtores portugueses vão estar em condições de garantir a variedade e a qualidade sanitária das plantas de citrinos. Tudo graças a um projecto que, desde 2003, está a ser desenvolvido pela Associação de Viveiristas do Distrito de Coimbra (AVDC) com vista à certificação das árvores que produzirão limas, limões, tangerinas, laranjas ou clementinas um pouco por todo o país.Um trabalho pioneiro, único em Portugal, financiado no âmbito do III Quadro Comunitário de Apoio (QCA), que agora começa a dar os seus frutos. Ou seja, após quatro anos de trabalho, a AVDC começa agora a estar em condições para entregar aos viveiristas portugueses (numa fase inicial serão 35, todos membros da associação) plantas bravas de citrinos e ainda as borbulhas – pequenos ramos - que permitirão a enxertia e o crescimento da árvore, com certificado de «qualidade varietal e sanitária».Uma parceria entre a associação e as direcções regionais de Agricultura e Pescas do Centro e do Algarve que, há quatro anos, arrancou com a aquisição de sementes de plantas de citrinos certificadas por terras espanholas, uma vez que em Portugal o processo só agora está a começar.últimos quatro anos, o trabalho da associação tem sido dividido em várias fases. Por um lado, pode dizer-se que, pela primeira vez em Portugal, em Coimbra existe uma verdadeira «maternidade» de plantas de citrinos, explicou Eduardo Baptista, presidente da AVDC, ou seja, um local onde nascem e crescem as primeiras plantas de citrinos, com variedades definidas e livres de doenças. Uma maternidade ainda com sementes espanholas, mas já também com sementes portuguesas certificadas, nascidas no âmbito deste processo.Num espaço de três meses, é possível ver crescer em tabuleiros próprios milhares de pequenas plantas que serão entregues a viveiristas para serem plantadas em solos, num processo que, a partir de agora, será completamente fiscalizado pela associação e pelas autoridades do Ministério da Agricultura. «Antes não havia análise dos solos, não havia controlo rígido», adiantou Flávio Pereira, técnico da associação. Agora será complicado «furar o esquema». Estas pequenas plantas terão de crescer mais de um ano até que possam ser sujeitas ao processo de enxertia, sendo-lhes introduzida a borbulha que dará origem à planta do citrino. Para além da «maternidade», nas estufas da associação estão, também, plantas em crescimento e outras já enxertadas. Estas últimas permitirão a produção das borbulhas certificadas, que deverão ser adquiridas pelos produtores, com a garantia de qualidade que não existia quando, como explica Flávio Pereira, «se iam buscar as borbulhas aos pomares, sem se saber qual a variedade do produto, nem sequer se estava ou não livre de quaisquer vírus».A partir de agora tudo será diferente. Todas as plantas entregues aos viveiristas serão numeradas e referenciadas, para além de irem acompanhadas por um selo azul, emitido pela associação, que confirmará a sua certificação, informou, explicando que neste primeiro ano o processo chegará apenas aos associados da AVDC e que, só depois, se alargará a todo o pais. Isto sendo certo que, na área dos citrinos, quase 90% dos 140 viveiristas portugueses estão instalados na Beira Litoral (concelhos de Coimbra, Lousã, Miranda do Corvo e Poiares). Neste momento a associação tem entre 600 e 700 mil plantas, de 15 variedades diferentes, em condições de certificação. Convém ainda frisar que este projecto, um investimento de 340 mil euros, financiado a 70% pela Medida.8 do III QCA, vai de encontro às exigências da comunidade europeia no sentido de que, em 2009, toda a produção agrícola ter de ser certificada. «Quem não aderir será penalizado», rematou Eduardo Baptista.

quarta-feira, agosto 22, 2007

Rio Alva bem protegido muito graças ao empenho do guarda florestal

Desde que a Câmara Municipal de Vila Nova de Poiares atribuiu um guarda florestal para protecção do rio Alva, parece que a pesca ilegal quer com redes quer com canas desceu drasticamente, isto deve-se em muito ao empenho e à paixão que o guarda responsável coloca no seu trabalho.
Foi uma agradável surpresa falar com ele e aperceber-me que ele passa por aqui parte dos seus dias mas também parte das noites, isto é, vê-se da forma como fala que faz isto não só porque é o seu trabalho mas porque gosta do que faz. Ele têm recebido várias denuncias que o levam a conhecer bem o meio e os prevaricadores.
Ele já apanhou algumas redes no rio, extracção de areia ou terra ilegais e alguns pescadores sem licença adequada para pescar no troço de rio da concessão. Segundo ele o facto de estar presente e de dialogar com as pessoas tem ajudado na consciencialização da preservação da natureza.
O facto de saberem que a qualquer dia ou qualquer hora ele pode estar presente levou ao afastamento daqueles que só se aproximavam do rio com o sentido de destruir.

Extracção ilegal junto à redonda - Foto retirada do Site da Associação Portuguesa de Pesca à Pluma

Em nome do Blog da Moura Morta um muito obrigado ao Guarda Florestal pelo trabalho desenvolvido.

segunda-feira, agosto 20, 2007

Nos Ficheiros Secretos de Penacova

Não é só na Moura Morta que há burros.















Nos Ficheiros Secretos aparece um burro alusivo.
O Pedro Viseu e seu blog de Penacova que o digam.
Vejam lá se é mais bonito que a Grabiela , a Xica e la Autre. Agora com umas pinturas naives é que está nas 7 quintas. Quem ficou admirado fui eu, pois o burro dele bebe mesmo cerveja.

sexta-feira, agosto 17, 2007

Festa em Mucela este fim de Semana

Este fim de Semana todos os caminhos vão dar a Mucela.

Este fim de semana festeja-se em Mucela as festas religiosas em honra do Santo António.


Imagem sobre o verde com Mucela como pano de fundo

Outra vista sobre Mucela.

Presença dos nossos vizinhos de Mucela aquando da nossa festa.

Agora seremos nós os visitantes. . .

Blog com novos equipamentos

Com o objectivo de proporcionar aos que escrevem no blog e aos nossos visitantes uma melhor qualidade de vida, temos apartir de hoje uma máquina de bebidas frias para o servir bem.

Novo máquina dispensadora de bebidas frias
Vai um brinde?
Bom fim de Semana

A Frota - Missão Grabiela

Para que se saiba a cada momento o que se passa o blog da Moura Morta comprou este carro de exteriores para acompanhar as situações de perto, carro esse que até trás na mala uma base de chuveiro, não se vá dar o caso de estar muito tempo sem chover.

Lada fabricado por encomenda para o nosso Blog

Como esta missão não pode falhar o blog resolveu comprar carros topos de gama, para que os nosso agentes possam fazer o seu melhor trabalho.
Frota de carros envolvidos

Carro especialemente concebido para situações perigosas, com entradas e saídas facilitadas quer para balas quer para pessoas.

Este carro é o sonho de quaquer James Bond 007

Já vem a caminho da Moura Morta uma frota de camiões afim de ajudar no transporte de algumas burras cúmplices, burras essas que irão ser transportadas para os calabouços da polícia da Moura Morta onde irão ser ouvidas e interrogadas.
Não iremos ter contemplações com essas burras vamos usar os piores meios de tortura.


A saga continua . . .

quinta-feira, agosto 16, 2007

São Martinho da Cortiça

O Talho da Portelinha


Já esta em funcionamento com uma nova imagem o talho de São Martinho da Cortiça. Além do novo equipamento com que está equipado, de destacar também a interacção entre o edifício do talho e o chafariz existente.
Este fim de semana, não vai haver fome com o talho ali ao lado.

S. Martinho Trophy 2007 - nona edição

S. Martinho Trophy 2007 - 19 Agosto 2007

A edição de 2007 do S. Martinho Trophy, irá decorrer durante o dia 19 de Agosto. Nesta edição poderá desfrutar de um conjunto de actividades de “desporto aventura”: Slide, Paintball, Canoagem, BTT, Bungee Run, Tiro com Arco, são alguns dos exemplos. As equipas serão constituídas exclusivamente por 4 elementos.

Plano de Actividades

Domingo, 19 de Agosto de 2007

A partir das 9h00- Recepção dos participantes na sede da Projecto Radical - Associação Juvenil (junto ao pavilhão polidesportivo)

9H30- Reunião técnica, entrega da refeição ligeira

9H45- BTT Road-book

11h00- Paintball ; Bungee Run ; Tiro com arco

12h30- Canoagem (orientação); Slide

15h00- Jogos Tradicionais

16h00- lanche

17h00- Animação, Entrega de prémios e lembranças

Deixo aqui os contactos a quem quiser participar.

Projecto Radical - Associação Juvenil
http://trophy2007.wordpress.com/

Email: projectoradical@gmail.com

Fax: 239 704 402

Tlm: 960170966; 962754396; 965429766

Uma ideia:
Era giro termos uma equipa da Moura Morta a participar. . .

quarta-feira, agosto 15, 2007

Vila Nova de Poiares

Jaime Soares exige ao Governo a construção de variante que desvie o tráfego de viaturas pesadas do centro da vila. O presidente da Câmara de Vila Nova de Poiares, Jaime Soares, reclamou ontem a construção de um troço que retire o tráfego de pesados do centro da vila, ameaçando com a colocação de portagens se a obra não avançar.
“Fazem-se variantes em todo o lado, ando há 20 anos a pedir uma em Vila Nova de Poiares. Qualquer dia, colocamos portagens nas vias municipais à entrada da vila e quem vier de fora tem de pagar para passar”.
Em causa, segundo o autarca, estão os veículos pesados que circulam na estrada nacional 17, conhecida como estrada da Beira, obrigados a passar pelo centro de Poiares. “Há dias em que são 200 a 250. Tudo por causa de uma variante de 6,9 quilómetros, que facilitava a ligação ao IP3 e está por fazer”, lamentou. Manifestando-se “farto” da situação, o histórico autarca do PSD acusa o Governo de pretender “asfixiar” Vila Nova de Poiares, concelho do distrito de Coimbra que, acrescentou, “está-se a afirmar na economia regional”.
“A Câmara assumiu o projecto, está a fazê-lo, e a obra custa 1,1 milhões de contos (5,5 milhões de euros). A que fica entre Lousã e Miranda do Corvo custou mais de oito milhões de contos (40 milhões de euros), dinheiro que dava para pôr diamantes nos passeios da Estrada da Beira”, ironizou. Também os investimentos realizados há cerca de três anos na própria EN 17 são alvo das críticas do autarca, concretamente no que à sinalização e instalação de semáforos de controlo de velocidade diz respeito. “Passou a ser uma via de autêntico subdesenvolvimento. Querem que as pessoas circulem a 50 quilómetros por hora, criaram transtornos e filas enormes e os acidentes não diminuíram. E quem se aproxima de um semáforo só pára se for um cruzamento, se não vier ninguém atrás não pára, ninguém respeita os sinais”, argumentou.
Plano alternativo
Frisando que os utilizadores da estrada, nas actuais circunstâncias, “demoram uma hora a fazer 22 quilómetros entre Poiares e Coimbra”, o autarca disse ter apresentado um plano de melhoramentos alternativo, que acabou “ignorado” pelo executivo de José Sócrates. Aludiu, nomeadamente, a um “acordo” estabelecido em Poiares, numa reunião com o secretário de Estado das Obras Publicas e responsáveis da Direcção de Estradas do Distrito de Coimbra, onde foi apresentado o projecto “devidamente sustentado tecnicamente”. Este incluía, segundo Jaime Soares, a construção de oito quilómetros de terceiras vias em ambos os sentidos, dos quais apenas pouco mais de um quilómetro foi concretizado.
“Lamento que o acordo não tenha sido cumprido. Representava a efectiva modernização da via, concorria para combater as assimetrias regionais, mas o que temos é uma estrada à beira da morte, transformada num imenso traço contínuo até Coimbra”, disse.
O autarca defende ainda a substituição da semaforização actual de controle de velocidade por outra “tipo radar”, para baixar a velocidade de circulação para os 60 ou 70 quilómetros por hora em certas zonas do percurso. “Os condutores deixavam de ser obrigados a parar, deixavam de provocar filas de trânsito. Se excedessem o limite eram multados e recebiam a multa em casa, como acontece com os radares em Lisboa”, sustentou. Jaime Soares ilustrou ainda o que disse ser uma “autêntica caça à multa” por parte da Brigada de Trânsito da GNR na EN 17, através da utilização de viaturas descaracterizadas “dissimuladas e escondidas em pontos estratégicos”. “Em vez de estarem à vista das pessoas, contribuindo para reduzir a sinistralidade, estão na caça à multa. A estrada da Beira é um abono de família para a voracidade do Governo em arranjar dinheiro”, acusou. Caso as suas reivindicações permaneçam sem resposta, Jaime Soares promete reeditar na EN 17 uma “marcha lenta” de protesto, a exemplo daquela que promoveu há cerca de seis anos, era António Guterres primeiro-ministro.
“Há um ano que ando a pedir uma audiência ao secretário de Estado das Obras Públicas e continuo sem resposta. Ainda junto 500 viaturas e paraliso a estrada da Beira até Coimbra”, ameaçou.

terça-feira, agosto 14, 2007

Toy esteve na Moura Morta

Mas não se esqueça deste dia

13 de Agosto de 2007

na

Moura Morta . . .


Foi hoje visita da Moura Morta, António Manuel Neves Ferrão, conhecido pelo nome artístico de Toy. Esta visita surgiu através do convite de um seu amigo o mouramortino António Oliveira - Tonito para os amigos (filho do Ti Alcibíades de Oliveira), um dos grandes mestres na arte da Cozinha.
Ao contrário do que se poderia pensar o Toy não esteve na Moura Morta para cantar, mas sim para confraternizar e quiça para encantar, estou convicto que irá certamente bem impressionado da nossa terra, pois o vinho é bom as nossas gentes amáveis e como o "gourmet" estava ao cuidado do Mestre António, não havia nada a temer.

Festa de Nossa Senhora das Necessidades
Foto gentilmente enviada por Liliana Lopes

Depois de um dia bem passado na Moura Morta o músico levou a noite em Vila Nova Poiares ao rubro, centenas de pessoas espalhadas pelo recinto estavam a vibrar com o Toy e como sempre ele correspondeu às expectativas com a sua energia inesgotável e com o seu sentido de humor fantástico . . .

Tribunal de Arganil assaltado!!


O Tribunal Judicial de Arganil foi assaltado no fim-de-semana, tendo sido furtados vários objectos que estavam guardados no cofre principal do edifício.
O assalto foi detectado ontem de manhã, por um funcionário, que ao entrar no edifício encontrou vários gabinetes remexidos. O caso foi de imediato comunicado às autoridades e está a ser investigado pelo Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Lousã.
Segundo apurou o CM, os assaltantes arrombaram uma janela do gabinete da Procuradora Adjunta do Ministério Público para entrar no edifício. Uma vez lá dentro deambularam à vontade, remexendo em todas as gavetas e armários, até chegarem ao cofre principal, que foi arrombado. Do cofre principal desapareceram vários objectos que estavam apreendidos à ordem de vários processos. Não foi possível apurar o valor dos artigos furtados nem se o seu desaparecimento poderá comprometer algum caso em investigação ou julgamento. As autoridades admitem que possam ter sido furtados também alguns processos em curso, mas ontem ainda não havia informações concretas sobre isso. Só a investigação irá apurar a dimensão do assalto e os seus autores. Os indícios deixados no local foram ontem recolhidos pelos militares da GNR.

segunda-feira, agosto 13, 2007

Força Anímica - Missão Grabiela

Grabiela a busca Continua
Afim dos nossos agentes estarem sempre no seu melhor o blog resolveu aceitar a ajuda de umas meninas muitos prestáveis e da Cruz Vermelha.
Alguns deles já disseram que mesmo que a missão se prolongue por vários anos eles com este tipo de acompanhamento psicológico estarão preparados para tudo.


Cruz Vermelha e Claque de Apoio

O blog também têm recebido algumas mensagens apoio

  • Desde já obrigado ao Benfica.
  • Ao Pedro de Viseu que nos escreveu a desejar-nos boa sorte e que ficou muito contente pelo blog não ter acabado
  • Jaime Soares perguntou se depois lhe cedíamos a nossa força de elite para ir resolver uns assuntos a Penacova.
  • Zé Sócrates disse que no fim da missão teríamos que fazer uma estátua à burra para ele vir inaugurar
  • Marques Mendes disse que se ainda for presidente do PSD depois do congresso que vêm à Moura Morta com jornalistas e televisão, pois este caso tem de ser denunciado.
  • Jerónimo de Sousa disse que era contra o capitalismo e que nós estamos a gastar rios de dinheiro
  • O Paulo Portas envio uma mensagem onde dizia que os submarinos estão ao largo da Moura Morta graças ao seu esforço.
  • Do Bloco de Esquerda não recebemos qualquer informação, mas segundo sabemos eles são contra as burras pois elas são as culpadas pelo consumo de 30% da erva em Portugal.

domingo, agosto 12, 2007

Os agentes Secretos - Caso Grabiela

O blog da Moura Morta com já têm uma força de elite especialmente treinada para acompanhar este caso, mas desta vez só com os melhores dos melhores.
Este processo de selecção foi muito complicado pois tivemos por parte dos vários governos do mundo a oferta dos seus melhores homens para esta nobre missão.

Agente Especial XXX

A responsável pela coordenação desta missão como é evidente não quis dar a cara, só nos adiantou que é a melhor equipa de sempre que liderou e que iriam dar o seu melhor.
Embora se saiba que já andaram em perseguição à Grabiela, mas foi infrutífera essa perseguição pois a burra conseguiu fugir, deixando assim os nossos agentes . . .

O lema é "Nunca desistir, nós vamos-te encontrar".

sexta-feira, agosto 10, 2007

Marco Paulo, Padre Borga e Toy animam três noites de festa em Vila Nova de Poiares

Festa de Nossa Senhora das Necessidades
11- 12 e 13 de Agosto
Numa organização da Misericórdia de Vila Nova de Poiares, com o patrocínio da Câmara Municipal, o concelho prepara-se para, mais uma vez, celebrar a festa de Nossa Senhora das Necessidades. De sábado a segunda-feira, a vila vai viver três dias de animação com arraial livre e muitos convidados.
A festa tem início sábado, dia 11, pelas 10 horas, com música gravada no arraial. À noite, às 22 horas, realiza-se uma Missa Vespertina na Capela de Nossa Senhora das Necessidades e uma hora depois tem início o arraial, onde haverá quermesse com valiosos prémios, pista de automóveis, carrossel, pão com chouriço, barracas de farturas e outras atracções. Para as 23 horas está prevista a actuação do grupo musical “Banda Ocasião”, da Figueira da Foz, que antecede a estrela da noite. A partir das 23h30, Marco Paulo promete levar ao rubro os muitos fãs que certamente se deslocarão a Poiares para ouvirem os seus maiores êxitos.
Marco Paulo

Aos 41 anos de carreira, Marco Paulo escolheu 2007 para uma reviravolta positiva na sua longa vida de cantor. Com produção e arranjos de Ramon Galarza, o cantor pretende, com o seu mais recente trabalho, “uma maior aproximação ao grande público variando entre os temas românticos e as canções mais alegres”. O último disco chama-se tão só “Marco Paulo” e é o primeiro disco de originais do intérprete, famoso pela interpretação e adaptação de grandes temas românticos da música latinoamericana. “Achei que depois de 41 anos de carreira devia premiar o meu público com um disco de canções só minhas, em vez de versões de temas de outros artistas”, afirmou o cantor. Sob a supervisão de Ramon Galarza, este último êxito, certamente muito aguardado pelos milhares de fãs do cantor, tem vários temas fortes, sendo “Volta Amor”, o primeiro single do álbum, um deles. Mais um tema de amor. Um tema que, segundo o próprio Marco Paulo, conta uma história de amor verdadeira. Os primeiros temas originais da longa carreira de Marco Paulo são da autoria dos músicos da banda que há largos anos trabalham consigo, nomeadamente, os teclistas Justino e Pedro Mota, o director musical da banda, Vicente, e ainda Ménito Ramos, Tó Shanches, Rui Vasconcelos e a autora estreante do tema seleccionado para single, Lara Afonso. Com mais de três milhões de discos vendidos, Marco Paulo é, a par de Amália Rodrigues, o campeão de vendas da história da indústria fonográfica portuguesa. É o detentor do maior número de discos de ouro e platina atribuídos a um só artista em Portugal. No total somam-se mais de 75 galardões daquele que ficará para a história da música popular portuguesa como um caso de sucesso.

Padre Borga domingo à noite

No domingo, o programa das festas começa cedo, pelas 10 horas, com a chegada da Banda Filarmónica Santanense que animará as ruas de Vila Nova de Poiares, e às 11h30 está prevista missa com celebração de Baptismos, na Igreja Matriz, dedicada a Santo André. À tarde, às 17 horas, realiza-se uma Missa Solene com Homília, seguida de procissão, que percorrerá o itinerário habitual da vila e na qual se integrarão as representações das igrejas e capelas do concelho de Vila Nova de Poiares, a Filarmónica Fraternidade Poiarense e a Banda Filarmónica Santanense, a guarda de honra do Corpo de Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Poiares e o agrupamento 711 dos Escuteiros, que orientará a procissão. À noite, às 22 horas, está prevista a abertura do arraial com a actuação do agrupamento musical “Via Satélite”, de Vagos, seguindo-se, às 23h30, a actuação do Padre Borga, no que será mais uma noite para recordar. Natural de Lapas, Torres Novas, José Luís Fernandes Borga recebeu a ordenação sacerdotal em 1990, integrando o presbitério da diocese de Santarém. Desde sempre a música marcou presença na sua vida, quer em casa quer na igreja paroquial local onde, até à sua entrada no seminário, foi organista do coro. Entretanto, juntamente com o seu irmão gémeo e com outros companheiros da escola secundária, formou um grupo de baile chamado “Nova Era”, onde era o teclista de serviço, grupo que acompanhou ainda enquanto seminarista. No seminário, por seu turno, acompanhava grupos corais à viola e ao piano e, já na faculdade, venceu o festival da canção cristã, promovido pela Universidade Católica, com a canção “Velho Marinheiro” que viria depois a integrar o seu primeiro álbum. No seu trabalho pastoral usou sempre a música para comunicar e celebrar a Fé. Finalmente, em 2000, e pela mão de António Sala, de quem era colaborador na Rádio Renascença, decide colmatar uma falha existente no mercado discográfico português no que dizia respeito à música de mensagem religiosa. Surge então o primeiro álbum, “Navegação”, que constituiu desde logo um enorme êxito popular e comercial. Desde então, e já com três álbuns gravados, o Padre Borga tem percorrido Portugal de lés a lés, procurando sempre afirmar, comunicar e celebrar, de uma forma festiva e alegre, as verdades iluminadas pela Fé.

Toy encerra com chave de ouro

A festa de Nossa Senhora das Necessidades termina na segunda-feira, dia 13 de Agosto. Logo pelas 10 horas, actua em Vila Nova de Poiares o grupo “Gaiteiros da Alegria”. Mais tarde, às 19 horas, haverá Missa na Capela de Nossa Senhora das Necessidades por alma dos Irmãos falecidos e intenção dos Irmãos vivos. Às 22 horas haverá arraial com a actuação do conjunto musical “Música sem Tempo”, seguindo-se, pelas 23h30, a actuação de Toy. António Manuel Neves Ferrão começou muito cedo a sua carreira artística. Com apenas 5 anos actuou numa festa organizada por uma colectividade de Setúbal, cidade onde vivia e de onde é natural. Aos 10 anos passou a integrar o grupo de teatro da sociedade musical Capricho Setubalense, ao qual esteve ligado durante uma década. Foi no entanto na Alemanha que editou o seu primeiro disco, acompanhado então pela banda “Prestige”. Vivendo naquele país durante 8 anos, Toy teve oportunidade de trabalhar com vários estúdios de gravação, produzindo vários grupos e artistas e, simultaneamente, desenvolvendo os seus próprios trabalhos.Em 1984 editou em Portugal o seu primeiro single - Dias de Paz - e não mais parou. Em simultâneo com várias participações em programas televisivos e radiofónicos e actuações no estrangeiro, Toy tem vindo a desenvolver, na editora a que estava ligado, trabalhos de produção de vários artistas, e outros trabalhos seus, como autor e compositor.

Bailarinos na festa I

O baile de segunda feira foi oferecido por um mouramortino, foi o amigo José Caetano, de férias em Portugal que pagou ao conjunto de segunda feira para animar a nossa festa, é sem dúvida uma das pessoas sempre disposta a ajudar.




O baile de segunda feira da festa estava movimentado. Os mordomos enfeitaram muito bem o adro e a iluminação estava muito bonita.


Em nome do Blog da Moura Morta, um muito obrigado ao José Caetano.