domingo, novembro 26, 2017

A Grande Verdade. Não se fez , não se faz nem ninguem vai fazer

Depois de uma semana intensa de debates sobre a floresta, a Profª Helena Freitas da Universidade de Coimbra deixa a sua sinopse...


- Temos uma “floresta” que é uma manta de pequeninos retalhos desordenados e incoerentes, sendo que 98% da manta é privada e o restante é propriedade do estado, mas o descuido é comparável.
- Temos uma política florestal intermitente, sob responsabilidade de uma entidade híbrida e inadequada, concentrada na capital, e não temos nos territórios a extensão técnica que o país precisa e reclama
- Temos uma vigilância da floresta que é mínima, e desajustada da realidade territorial e do esforço preventivo necessário

- Temos uma floresta que tenderá a regenerar com uma composição semelhante à previamente instalada - ou ainda mais degradada e mais susceptível ao fogo – e temos as populações disponíveis para converter a floresta numa composição diversa e resiliente, mas não têm apoio técnico para promover a mudança 
- Temos as comunidades rurais mais abandonadas e cada vez menos confiantes na ação do estado, e sobejam as razões para essa perda de confiança e expectativa
Helena Freitas

1 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Como disse ali Alberto Cardoso:
Dra. Helena Freitas, parabéns pela sua visão clara de um país que sempre (quase) confundiu reformas com remendos. Permita-me este meu cenário, SE fosse diretor de um jornal eu publicaria esta sua magnífica síntese na primeira página; SE fosse amigo do Sr. Primeiro-Ministro no Facebook partilharia a síntese e acrescentava-lhe, "meu amigo António temos material sério para trabalhar politicamente a partir das 9h da próxima 2feira. Bora lá!"

14:22:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home