quinta-feira, março 16, 2017

O Padre Eduardo Rodrigues - Mouramortino que presidiu a Câmara de Arganil

Casa do Padre EDUARDO RODRIGUES
Como descendente da familia do Padre Rodrigues da Ponte, uma figura da nossa terra,terei de fazer aqui uma correcção ao divulgado no blogue de S.Martinho e como comentario no Blogue da Ponte de Mucela.
O Padre Eduardo nasceu na Moura Morta ao Cimo da Rua e foi levado a estudar para o Piodão, tendo concluido os estudos depois no Seminario de Coimbra.
Edificio hoje em dia recuperado e com outras funções e onde funcionou o ( Colegio de Piodão em que Eduardo Rodrigues foi interno e estudou).
Foi Padre na ilha de Sto Antão em Cabo Verde e parece que teve casos com a mãe de ( Pedro Homem de Mello). Eram muito parecidos.....
O Padre vivia sim na Ponte de Mucela, mas nasceu na Moura Morta.
Para a maioria dos Mouramortinos desconhecia-se que ele teria sido Presidente da Câmara de Arganil e que tivesse nascido na Moura Morta.
Foi viver para a Ponte de Mucela do lado de Poiares, construindo casa a qual se mantem com a mesma traça e foi reconstruida pelos seus herdeiros. Casa de ferias actual do Engº Jose Rodrigues.

Trancrito
O Prior Eduardo Augusto Rodrigues, pároco da freguesia de S. Martinho e natural da Ponte da Mucela, foi presidente da Câmara Municipal de Arganil desde 2 de Janeiro de 1905 até 30 de Novembro de 1908.
Livro de Actas das Sessões da Junta de Freguesia de S. Martinho da Cortiça


O Padre Eduardo era irmão mais novo de Jose Ramos Rodrigues (Ti Catraia).
Este Jose Ramos, ficou celebre por ter casado com duas irmãs e mais tarde ja com uma idade muito avançada casou com uma moça muito novita, tendo dela tambem varios filhos e viveu nessa fase final na Catraia das Necessidades em Poiares.
Do 1º casamento com Maria Jose da familia do Caneiro nasceram varios filhos de que muitos de nós ainda se lembram.
- Augusto Rodrigues ( que mandou construir a casa que é hoje de Jose Antonio Lucas), que não teve filhos

- Maria Jose que emigrou cedo para o Brasil e que teve casa na Ponte na subida para o Prazo. Todos os descendentes ficaram pelo Brasil.
- Virginia que foi mãe de Alice, Jose, Alvaro Rosa, Alzira, Augusto e Antonio. As mulheres fizeram vida na Ponte da Mucela. Alice com Albano Paula e Alzira ( com Caetano M. Ribeiro), assim como Alvaro Rosa.
- Eduarda que foi mãe de Maria ( casou com João Martins da Lomba da Moura Morta), Virginia, Americo ( que casou com Piedade da Vinha da Moura Morta ), Alvaro ( que casou com Alice da Casa do Vale Escuro da Moura Morta ), Albino ( que casou com Olivia da Casa da Gandara de Mucela), Jose , Aida ( que casou com Alipio de Vale de Maior), Mario que casou no Brasil, João ( que casou com Mariazinha da Ponte, Odete ( que casou com Manoel da Casa do Vale Escuro)
- João e Mario falecidos solteiros
- Herminia que foi mãe de Fernando, Jose ( que casou com Celeste da Moura Morta ), Manoel ( casou com Odete da Casa da Ponte), Mario e Alice ( que casou com Alvaro da Casa da Ponte)
- Alvaro Ramos ( que foi pai de Jose Rodrigues, Artur (Tara ) e Maria Jose.

Depois com Guilhermina do Calvario ( Bruxa - Igreja Nova ), teve como filha Herminia do Calvario que foi viver para o Brasil

Depois ainda com Umbelina da Catraia das Necessidades.
- Jaime, Virginia, Maria, Eurico, Alcibiades, Julio, Antonio e Lucinda

Alvaro da Vinha (texto inicial de16 de Janeiro de 2011)

Etiquetas:

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

de vez em quando fico mesmo surpreendido.

Parabéns pelo texto.

17:43:00  
Blogger saomartinhoaconversa said...

Caro Álvaro da Vinha,

a minha fonte (a minha falecida avó, Elvira Ferreira de Frias, da Portelinha) deu-me efectivamente nota de que o padre Eduardo Augusto Rodrigues terá nascido na Ponte da Mucela.

Venho a descobrir agora essa parte da biografia de tão ilustre personalidade desta freguesia de S. Martinho da Cortiça, o nascimento na Moura Morta.

Mas relembro que à data, também a Moura Morta pertencia à freguesia de S. Martinho da Cortiça, sendo que apenas foi anexada à freguesia das Lavegadas em 1898 (apesar de, para efeitos eclesiásticos, a esta já pertencer desde o séc.XVIII).

O Prior Eduardo Augusto Rodrigues foi prior da freguesia de S. Martinho desde 1898, não tenho agora presente até que ano, tendo sido presidente da Junta da Paróquia desde 1899 até à implantação da República em 1910.
Foi Presidente da Câmara Municipal de Arganil desde 1905 até 1908.

Portanto, corrigo a minha afirmação: "pároco da freguesia de S. Martinho e natural da Moura Morta, na altura da freguesia de S. Martinho da Cortiça"...

21:38:00  
Anonymous Anónimo said...

minha familia é tão grandeeeeeee

22:22:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home