segunda-feira, fevereiro 15, 2016

MIMOSA - Acacia dealbata - Arvores Invasoras


Árvore perene, de folhas compostas, verde-acinzentadas e flores reunidas em “bolinhas” amarelo-vivo
Nome científico: Acacia dealbata Link.
Nomes vulgares: mimosa, acácia-dealbata, acácia-mimosa, bichaneiras
FamíliaFabaceae (Leguminosae)
Estatuto em Portugal: espécie invasora (listada no anexo I do Decreto-Lei n° 565/99, de 21 dezembro)
Nível de risco: 31 | Valor obtido de acordo com um protocolo adaptado do Australian Weed Risk Assessment (Pheloung et al. 1999), segundo o qual valores acima de 6 significam que a espécie tem risco de ter comportamento invasor no território Português | Actualizado em 30/09/2015.
Sinonímia: Acacia decurrens var. dealbata (Link) Muell., A. decurrens Willd. var. mollis Lindley, A. derwentii Siebert & Voss, A. puberulaDehnh., Racosperma dealbatum (Link) Pedley, Racosperma dealbatum Pedley 
Árvore perene, de folhas compostas, verde-acinzentadas e flores reunidas em “bolinhas” amarelo-vivo.
Há várias espécies de acácias em Portugal que apresentam características muito semelhantes. Se tem dificuldade em distingui-las consulte a chave simplificada  para identificar as espécies do género.
Características que facilitam a invasão
Reproduz-se vegetativamente formando vigorosos rebentos de touça ou raiz após o corte.
Também se reproduz por via seminal produzindo muitas sementes, que se acumulam em bancos de sementes muito numerosos, permanecendo viáveis no solo durante muitos anos. As sementes são dispersas por animais, sobretudo por pássaros e formigas, e, por vezes, por ventos fortes e por acção humana (por exemplo aquando de transporte de solos ou agarradas aos sapatos e outros materiais) o que leva à formação de focos de invasão dispersos e/ou afastados das áreas invadidas. A maioria das sementes acumulam-se debaixo das árvores-mãe, onde formam bancos de sementes numerosos, e germinam intensivamente após a passagem do fogo ou após perturbações.

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home